Categorias
Geral

Exibição e debate do filme: “Políticas de Saúde no Brasil”

“POLÍTICAS DE SAÚDE NO BRASIL: Um século de luta pelo direito à saúde” (Dir. Renato Tapajós, 2006, 1h)

QUARTA-FEIRA – 29 de abril

19h00 – Exibição na página:https://www.facebook.com/seguraaondaBR/

20h00 – Sala de debate:https://meet.jit.si/DEBATE-politicasdesaudenobrasil

A gestão da saúde pública se apresenta como um dos assuntos de maior urgência no debate contemporâneo neste momento em que os modelos institucionais são postos à prova, nos fazendo pensar o quanto as políticas de desinvestimento estatal na saúde das últimas décadas não estão relacionadas ao tamanho da tragédia atual – estamos falando de mais de 200 mil vítimas fatais até o momento! Políticas essas que, apesar de tudo, ainda persistem. No Brasil, a troca de ministro da saúde em meio à pandemia também representou um ataque contra uma concepção de política de saúde que tem como maior referência o Sistema Único de Saúde (SUS), deixando exposto o conflito de concepções entre um Estado como garantia da vida e um Estado como garantia do capital.

Para melhor compreendermos o que está em jogo na gestão da saúde pública nesse momento, propomos a exibição e debate do documentário “POLÍTICAS DE SAÚDE NO BRASIL: Um século de luta pelo direito à saúde”, que faz uma reconstituição histórica das políticas de saúde em nosso país, mostrando como ela se articulou com a história política brasileira, destacando os mecanismos que foram criados para sua implementação, desde as Caixas de Aposentadorias e Pensões até a implantação do SUS.

Para o debate, nossos convidados são Paulo Silvino, doutor em Sociologia pela Unicamp e professor na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, onde também coordena o Núcleo de Pesquisas desta instituição. Publicou o livro Saúde, Ordem e Progresso, pela Editora Alameda, em 2019. E André Mota, Historiador e professor livre-docente do Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) e Coordenador do Museu Histórico da Faculdade de Medicina (USP).

A obra é um filme de caráter formativo que foi realizado em 2006 por iniciativa da Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa, do Ministério da Saúde, em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde – OPAS e a Universidade Federal Fluminense/UFF. Ele foi distribuído gratuitamente em todo o país especialmente aos Conselhos de Saúde, instituições de ensino e movimentos sociais ligados à saúde. Foi exibidos nas etapas municipais e estaduais da 13ª Conferência Nacional de Saúde.