Categorias
Geral

Lançamento do Guia para pessoas que perdem um ente querido em tempos de Coronavírus

A atual situação excepcional tem feito mudar nossa maneira de viver e experimentar o mundo, tendo consequências impensáveis e relevantes, causando mudanças em todas as esferas de nossas vidas, em nossa maneira de morrer e nos despedir de nossos mortos. Mudam nossas rotinas, hábitos, costumes, modo de pensar, modo de se relacionar, o que nos força a promover estratégias muitas vezes emergenciais de adaptação.

Durante este período, muitas pessoas estão morrendo ou morrerão da Covid-19 (também conhecida como “Coronavírus”), mas muitas outras também o farão pelo curso natural da vida. A dimensão social de nossas despedidas foi eliminada, de maneira justificada (do ponto de vista sanitário e epidemiológico preventivos), para evitar maiores males, visando conter ao máximo a propagação da pandemia.

Atos em torno da perda que são tão significativos para os enlutados, como ter apoio social em momentos tão difíceis ou ser capaz de realizar normalmente os rituais de despedida apropriados para a sua família ou comunidade (velórios, cerimônias religiosas ou rituais familiares, sepultamentos ou cremações etc), são muito importantes para que o processo do luto não se torne complicado. No entanto, a pandemia e os atuais requisitos de saúde limitaram bastante essas expressões que validam a dor e a sensação de perda da pessoa que sofre e, portanto, dificultam a elaboração de um luto normal.

Por esse motivo, uma pequena rede espanhola de psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros e terapeutas especializados em perda, luto e traumas afins desenvolveu um guia com uma série de orientações para ajudá-lo a lidar com esses momentos difíceis de isolamento e incerteza, oferecendo outras maneiras que atendem à necessidade de compartilhar e expressar a dor com os outros e, ao mesmo tempo, permitir honrar a memória de nossos entes queridos falecidos.

A Rede de Apoio às Famílias de Vítimas Fatais de Covid no país, junto à plataforma Segura a Onda e à Associação Brasileira de Estudos Cemiteriais – ABEC, tomando contato com o Guia, decidiram realizar uma tradução para o português e disponibilização imediata, gratuita, para todas as pessoas e famílias que possam estar precisando nesse momento deste tipo de acolhimento e orientação emergencial.

O Guia pode ser baixado para o seu computador em formato pdf aqui, e mais informações podem ser obtidas nos seguintes endereços: